Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mishmash Marketing

Basicamente é "uma mixórdia de temáticas" de Marketing!

Mishmash Marketing

Basicamente é "uma mixórdia de temáticas" de Marketing!

Marketing - O Esquema dos Falsos Empregos

Nos dias que correm infelizmente o flagelo do desemprego continua e olhando para o futuro mesmo sendo positivista este flagelo tendencialmente irá agravar-se, desta forma olho para muitos anúncios de empregos que me suscitam apreensão e dúvidas, ou melhor suscitam certezas.

O que se passa é que existem muitas empresas a aproveitar o facto da miséria de muitos desempregados, serem palco de aproveitamento por certas entidades.

Venho observando este fenómeno na minha página do facebook onde aderi a duas páginas: Emprego em Vila do Conde e Emprego no Porto e de facto existem propostas que não lembram ao diabo. Perdi uns bons 5 minutos a verificar estas páginas e dar uma olhada no net-empregos e de facto algumas propostas saltam a vista como exemplo de empresas como (Axes Market, InfoLivre, Codico; Dragão qualquer coisa, Ello Works, mais uma porrada delas ligadas a telecomunicações e outras tantas ligadas a energia…

Colocam no seu título procuramos Técnico de Marketing; Assistentes de Direcção; Chefes de Equipa e outros nomes pomposos. A maior parte destes empregos são para Vendas Directas, ou seja, Door to Door, ou seja, vendas porta a porta. Não que eu tenha nada quanto a este emprego pois acho que tudo que não seja roubar é um emprego digno, mas o que acontece nestes casos é que a sua maioria é feito de forma dúbia. Prometem mundo e fundos e de facto não acontece nada do que foi prometido, o método de pagamento é no mínimo estranho para não dizer ilegal, mas o certo é que existem aos milhares pela internet este tipo de emprego enganoso.

Alias eu acredito que 90% dos empregos que aparecem nos sites de emprego são falsos e não existem. Anúncios como a H&M está a recrutar, o Lidl está a recrutar, etc… Porque haveriam estas empresas anunciar num site como o net-empregos, por exemplo? Quando têm um departamento enorme de recursos humanos e uma própria plataforma digital para tal efeito?

Sem descurar o site net-empregos, pois foi através deste que encontrei emprego, mas temos que ser realistas que qualquer badameco (aqui estou a apontar para esses tipos que vivem da desgraça alheia) podem colocar em prática as suas acções pouco convencionais em prática.

Mas agora também vocês perguntam-me, mas tem propostas de emprego de empresas reais, estruturadas e conhecidas.

Eu respondo claro que sim, lembrem-se que eu encontrei emprego através do net-emprego mas já lá chego:

1 - O Net - Empregos funciona tipo um Wikipédia, onde qualquer um pode colocar um anúncio, ta como o Wikipédia não tem validade nenhuma científica pois qualquer pessoa pode escrever neste site, por exemplo que o Marketing é Publicidade (98% das pessoas dão esta resposta, mas lá chegaremos em outra ocasião) coisa que não corresponde a verdade.

2 - Mas existem empresas reais que colocam propostas de emprego, sim claro que colocam, podem estar a precisar de facto de uma pessoa, mas não acham estranho essa mesma proposta de emprego por exemplo estar a ser inserida em sites de emprego durante 1 ano. Será que em 1 ano não encontram o candidato ideal? Então porque será? Fácil, ao vermos a empresa identificada na proposta de emprego temos propensão a ir ao site da empresa, logo esta proposta de emprego gera tráfego para o site; logo este tráfego faz com que a empresa apareça com mais facilidade nas primeiras páginas de pesquisa do google, por exemplo… Outras até nos obrigam a fazer “likes” nas suas páginas do facebook. com isto quero dizer que usarmos uma proposta de emprego (in) verdadeira de facto estamos a gerar notoriedade e fluxo de tráfego para uma empresa que com este esquema aumenta a notoriedade dos seus serviços.

3 - Ok, se até aqui não consegui esclarecer o porquê de se dar a este trabalho, pergunto como é que recebemos chamadas de telefone de agências de seguros, cartões de crédito, e sabe-se lá de quem mais. eu próprio me questiono após receber estas chamadas: “Porra como C€£@@ sabem o meu nome e descobriram o meu numero?”. O que me leva a este ponto. Sabem quanto custa uma base de dados de contactos? Qual a melhor maneira de o fazer sem ter “grandes custos”. Colocar um anuncio de emprego, onde 1 milhão de pessoas estão desempregadas e depois ir aos CVs recebidos e retirar de lá toda a informação que necessitamos. Temos sempre gostos e interesses, número móvel e outros dados pessoais.

4 - Verificar o nível de desespero das pessoas por 1 emprego, desta forma muitas empresas colocam as expectativas salariais, aqui as empresas conseguem estudar por quanto poderão contratar um profissional com o maior número de aptidões possíveis pelo menor preço possível, Assim faz-se o ajustamento salarial do Mercado profissionalizantes a um preço de custo mais baixo, pois sabemos que as pessoas estão desesperadas por um emprego e estão dispostas a trabalhar por um qualquer salário; “por favor trabalho em qualquer coisa, quero é trabalhar”…

5 - Com isto também podemos conhecer, ao nível de cada país, quais as profissões mais disponíveis para trabalhar no exterior. Porque o Reino Unido “virou-se” para os enfermeiros e médicos em Portugal? Estranho de um momento para o outro assistirmos à emigração da classe de profissionais de saúde.

Não quero com este tema dizer as pessoas para deixarem de responder a anúncios, mas antes de irem a uma entrevista (se conseguirem uma) tentar indagar os “recrutadores” a dar mais informações sobre o trabalho em questão.

Também não quero com isto desvalorizar as vendas porta a porta, nem os operadores de telemarketing pois acho que tudo é trabalho digno e acho que existem pessoas para trabalhar em todos os sectores económicos deste Mercado Global, mas digo sim que as regras deveriam ser “cristalinas” e não “turbas”.

Infelizmente o Marketing não faz só coisas boas, pois não só actua no Social Marketing mas no Mercado como um todo tendo em vista a “maximização do lucro para as Organizações”.

Welcome to the Dark Side of the force do Marketing

NS