Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mishmash Marketing

Basicamente é "uma mixórdia de temáticas" de Marketing!

Mishmash Marketing

Basicamente é "uma mixórdia de temáticas" de Marketing!

Marketing - Guerrilha

 

“O termo marketing de guerrilha faz jus ao nome que leva, já que é mais direto e, por vezes, até mais agressivo que outras formas conhecidas de divulgação.” Alguém entendeu esta definição para o tema em epígrafe? É que eu continuo a perceber o mesmo sobre o assunto, ou seja, ZERO. Deixa o google me dar outra luzinha sobre este assunto.

“…Uma delas, chamada marketing de guerrilha, vem ganhando espaço pelo alto impacto que causa, mesmo sem gastar muito.” Parece bom, não é? Mas mesmo assim continuo sem perceber muito sobre esta temática, sei que este tipo de Marketing é directo; agressivo; barato; (UAUUUU Tripla Adjectivação…

Depois de continuar a não entender o que isto é, atrevia-me a perguntar se vale a pena investir neste tipo de Marketing, a resposta que devo receber deve ser: “Claro que Sim”.  E “Prontes” vou ler o abstrat do tipo que inventou este tipo de Marketing e recebo a minha resposta que não estava a espera, NOT…: “Faz todo o sentido saber que essa forma de marketing vem crescendo mais e mais a cada dia, já que a promessa é fazer mais com menos.”

Todo o mundo gosta de fazer mais com menos, pelo menos eu gostava de fazer este post com 1 parágrafo em vez de um texto informativo que mais se parece com a Ilidia de Homero.

As guerrilhas se caracterizam por resistir a exércitos mais fortes usando como principal artifício a criatividade, a surpresa, independência, ocultação e o uso de armas improvisadas ou uso alternativo de armas convencionais.

Basicamente o Marketing de Guerrilha é os mais fracos poderem fazer um Marketing contra os mais fortes. Se olharmos para uma Guerra (infelizmente temos muitas no nosso planeta…) vemos grupos pequenos e organizados de soldados a lutar contra grandes exércitos. Se o Pai do Marketing de Guerrilha transladou isto para o Marketing então esta acção deve-se traduzir em pequenas empresas a fazer frente a grandes empresas através destas acções de Marketing.

Acho que já entendi esta temática, mas vou recorrer ao google novamente para perceber quais os  exemplos baratos que pequenas empresas utilizam neste tipo de investida contra os colosso:

Exemplo 1 - Coca Cola, sim de facto uns guerrilheiros estes tipos, pequeninos e tudo o mais… É somente a marca mais valiosa do Mundo.

Exemplo 2 - Uber, outra empresa pouco conhecida, e com poucos recursos, que o dizem os taxista em lisboa…

Exemplo 3 - Burguer King e Macdonalds, chego a este ponto e estou pronto para desistir de escrever pois de facto “a bota não bate com a perdigota”.

Exemplos… - HBO; Netflix; Nivea, etc…

Então recapitulando o Marketing de Guerrilha, barato e para empresas pequenas, em primeiro lugar, onde estão as PMEs nestes exemplos?  Em segundo lugar, pelo que vi, onde está o Barato?

O Marketing muito gosta de dar nomes pomposos ás coisas, mas isto parece-me ser mais um dos Ps do Marketing Mix - Publicidade!

Isto é mesmo GUERRA, mas o problema reside nos Colossos, pois estes detêm os Exércitos; o Dinheiro; e as Guerrilhas.

Tudo no “Marketing de Guerrilha” não passa de tendência e modas, pois basta olharmos uns anos trás onde tivemos um BOOM deste tipo de publicidade, por exemplo / Os Flash Mob (eu era apreciador deste tipo de movimentos) que tanto correram por este mundo com exibições nos locais mais estranhos e que agora simplesmente desapareceram. Eram artistas a querer dar a conhecer o seu trabalho, eram espetáculos de TV a organizar este tipo de “eventos” mas não acredito que têm sido de baixos recursos…

Basicamente o Marketing de Guerrilha para uma empresa pequena onde o seu produto não é conhecido; é para quando o produto que estás a tentar vender é tão merdoso que a única maneira de o anunciar é através de uma manobra de diversão que não mostre o produto em si e rezar que se torne viral e se mostre ao Mundo.

P.S. Flash Mob “Oprah”, poucos recursos, barato, próprio para empresas pequenas…

NS